Quem Somos

NOSSO TRABALHO

A Associação Mirantense de Combate ao Câncer “Casa de Apoio Madre Paulina”, foi fundada em 22 de novembro de 1996, por um grupo de voluntários, com o objetivo de desenvolver sistemas de apoio a pacientes com câncer, contando, portanto com mais de 20 anos de trabalho, tem por finalidade a conscientização da população sobre medidas profiláticas de combate ao câncer, sem distinção de raça, cor, sexo, condição social, credo político ou religioso. Fornece assistência completa aos pacientes portadores desse mal, que a ela dirijam, bem como, a prevenção do câncer, sendo os serviços prestados de forma gratuita.

Hoje a AMCC tem um total de 45 pacientes oncológicos cadastrados, e oferece os serviços de hospedagem, incluindo refeições durante o tratamento de quimioterapia e radioterapia em cidades vizinhas, distribui gratuitamente cestas de frutas e legumes semanalmente, presta atendimento psicossocial ao paciente e a família, auxilia com medicação, suplemento alimentar, cesta básica, fraldas descartáveis, empréstimo de equipamentos, como, cadeira de rodas, camas hospitalares, entre outros.

A AMCC sobrevive das doações de pessoas civis e do comércio local, das parcerias realizadas com outras empresas, e dos seguintes eventos e campanhas: Leilão Beneficente, Chá-Bingo Beneficente na cidade e nos Distritos, Pedágios e a venda de camisetas do “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”.

 

MISSÃO E VALORES

Nossa missão é oferecer cuidado e apoio para amenizar o sofrimento de nossos assistidos e suas famílias. Sabemos que o câncer é uma doença que traz sofrimento físico e emocional podendo acarretar problemas socioeconômicos para toda a família, por isso, atuamos também esclarecendo os direitos dos pacientes em tratamento de câncer e lutando com eles por seus direitos.

Todo o nosso trabalho tem como objetivo promover bem-estar, qualidade de vida, elevar a autoestima e criar momentos de descontração tratando todos com igualdade, dignidade e muito carinho.

 

NOSSOS PRESIDENTES

Fátima Sueli Gonçalves de Paiva – de 1999 à 2003 e de 2006 à 2007;

Dulcinéia Maria de Melo da Silva – de 2004 à 2005;

Paulo Garcia Martins – de 2008 à 2009;

Rubens reverte Lopes – de 2010 à 2013;

Robson Ivani de Oliveira – de 2014 à 2017;